Nieuws Published at 25 September 2020

KPMG Brasil: fusões e aquisições com holandesas no Brasil se mantêm estáveis no semestre

Segunda a pesquisa trimestral de fusões e aquisições, realizada pela KPMG, o número de operações envolvendo empresas holandesas no Brasil se manteve estável no primeiro semestre deste ano, com uma transação, igual ao mesmo período de 2019. Entretanto, o percentual holandês, que representava 0,5% das operações entre janeiro e julho do ano passado, teve um  levecrescimento, indo para 0,7%, totalizando 141 operações realizadas com estrangeiros.

De acordo com o levantamento, as fusões e aquisições no Brasil tiveram a participação de empresas de 26 países. Da única operação envolvendo holandesas este ano, de janeiro a junho, foi realidade pela entrada de capital no Brasil, originada pela compra de ativos brasileiros pelos holandeses.

"A estabilidade no número de fusões e aquisições das empresas holandesas no Brasil, dá a confiança de que os negócios entre os países podem aquecer nessa retomada que está acontecendo gradativamente durante a pandemia. É preciso ficar atento às oportunidades que vão aparecer agora no último trimestre", aponta o sócio-líder do Dutch Desk na KPMG Brasil, Alexandre Fujimoto.

Visite o site da KPMG.